Câmara Baixa e UNIDA firmaron convênios de Cooperação Institucional

IMG_201A Câmara dos Deputados assinou dois acordos com a Universidade de Integração das Américas (UNIDA). O primeiro acordo é devida à formação e tem como objetivo promover a formação integral e profissional dos dirigentes da instituição, através de descontos nas tarifas de graduação, pós-graduação, mestrado e especialização.

"O que nos move é buscar a formação dos nossos recursos humanos, que são os portadores da tarefa legislativa para realizarmos os deputados, e formação em diversas áreas, melhorando a eficiência e qualidade, o que resultará em uma nova e as boas leis para o povo ", disse ele após a assinatura do documento, o titular dos Deputados, Hugo Velazquez (ANR-Central).

Ele disse que o Legislativo passa por uma fase em que "Pedimos um monte de nosso campus, por isso queremos dar-lhe a oportunidade de treinar e ajudá-los a ser ferramentas de empoderamento para esta instituição".

Por sua vez, o executivo-chefe UNIDA, Diego Fernández Espinosa destacou a importância de tais acordos entre instituições de ensino e órgãos públicos.

"Estamos satisfeitos em assinar este acordo, que irá permitir-nos a colaborar com a profissionalização da Câmara estamos muito satisfeitos por termos sido escolhidos,. Estamos preparados para participar desse grande projeto da Câmara dos Deputados", disse ele.

Cooperação em vários campos
O segundo acordo assinado visa a cooperação nas áreas de investigação, científica, tecnológica, acadêmica e de inovação.

Na terceira cláusula da Constituição estabelece que, dentro das possibilidades orçamentárias de ambas as instituições comprometem-se a afectar recursos financeiros, técnicos, humanos e de infra-estrutura para projetos específicos aprovados por ambas as entidades.

Além disso, prevê o apoio da universidade, as tarefas do Centro de Estudos Legislativos (CeIL).

Os contratos têm prazo de dois anos a partir da data (22 de agosto de 2014), e são destinadas a pessoal permanente e contrato da Câmara.

LINK ORIGINAL

No hay comentarios.

Agregar comentario